Após goleada sobre o Santos, Renato Gaúcho garante: “Poderíamos ter feito mais”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Renato Gaúcho
Certicação por Equivalência em 45 dias

No último sábado (28), o Flamengo visitou o Santos, na Vila Belmiro, e derrotou a equipe paulista pelo placar de 4 a 0. O resultado foi a oitava goleada do time sob o comando de Renato Gaúcho.

Em entrevista coletiva pós-jogo, o treinador elogiou o poder ofensivo do Rubro-Negro e aproveitou para ressaltar o comportamento tático e a capacidade de criação dos jogadores, que poderiam ter tornado o placar ainda mais elástico.

Os gols do Flamengo foram marcados por Gabigol, três vezes, e pelo estreante Andreas Pereira.

A equipe mais uma vez se comportou muito bem, principalmente na parte tática. Santos quase não criou, anulamos as jogadas fortes. Construímos os espaços e fizemos quatro, mas poderíamos ter feito mais. E olha que viemos de uma decisão contra o Grêmio, em campo pesado de chuva, e com 10 homens. Temos feito os gols no segundo tempo. Estão de parabéns – disse.

From England to Gávea: Conheça as 2 novas contratações do Flamengo

Com a vitória sobre o Santos, o Flamengo chegou aos 31 pontos e assumiu a quarta colocação do Campeonato Brasileiro, atrás apenas de Atlético-MG, Palmeiras e Fortaleza.

Agora, o Rubro-Negro terá duas semanas completas de treinamentos antes de voltar a campo no dia 12 de setembro contra o Palmeiras, no Allianz Parque.

Vale destacar que a partida contra o Atlético-GO, válida pela última rodada do 1° turno, foi adiada pela CBF devido às convocações durante a Data-Fifa. Gabigol e Éverton Ribeiro (Brasil); Isla (Chile) e Arrascaeta (Uruguai) foram selecionados para a rodada tripla das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022.

Renato Gaúcho
Foto: Alexandre Vidal/CRF

Veja também: Flamengo, Copeiro & Campeonateiro

VEJA TAMBÉM

Pedro - Flamengo x Athletico-PR

Pra quebrar o novo acordo

Flamengo encara o fluminenCe, que tem dado sorte em Clássicos não decisivos contra o rubro-negro Tempos atrás o acordo não escrito era com o Vasco.

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra