Início Em compasso de espera da solução

Em compasso de espera da solução

por Leonardo Monteiro
0 comentário
Renato e o resultado final redacao-rubro-negra

“Não confiamos nas pessoas, porque são confiáveis, mas porque é a única solução”. Seong Gi-Hun, Round Six, Netflix

Lhes confidenciarei algo: Segunda-feira depois do jogo comecei a escrever. Estava possesso com as escolhas do treinador que encerrou a partida com três zagueiros, três laterais e três volantes. Não fosse pela regra de ter apenas um goleiro teria sido a chance de ver Hugo e Diego Alves em campo ao mesmo tempo. E esse é o treinador que uma galera jurava que ia ser campeão mundial pelo clube. Vá lá!

Olá, coleguinhas de Redação. A verdade é que o jogo contra o Athletico ainda está muito recente e até falar de qualquer outra coisa é bem difícil, mas vamos tentar, né? Aliás, as coisas saíram do controle, outras não se ajeitavam de forma alguma e acabei desistindo de escrever naquele momento. Acho que foi melhor…

Para registro, comecei a escrever antes da partida desta sexta para ser honesto com o sentimento que estava desde segunda. Prezando pela justiça, Renato tem uma série de desfalques que afugentariam qualquer um. Porém, de novo, honestamente, já deram uma olhada no histórico de lesões do time nos últimos anos? Um torcedor, no momento da raiva gritaria, como já ouvi: “todo mundo fora!”! Sendo culpados, o treinador, jogadores, departamento médico, fisiologia, preparação física… Será que é por aí?

Na boa? Qual foi a última vez que você viu a bruxa solta assim? (Digo no que tange a lesões). Uma coisa é o jogador que se machuca durante uma partida. Outra, completamente diferente, é o que vem acontecendo. Lesões, atrás de lesões, a maioria muscular. De onde será que estas lesões estão vindo? É do calendário apertado? Você acha?

O Calendário de 2020 foi diferente? Não teve Domenec jogando três vezes na semana com um time sub20? Temos que estar ligados, galera! Não podemos entrar na pilha nem da imprensa, nem do treinador! Jogar 10 jogos no mês é errado? Uma tragédia? Um absurdo? Ok! Que se dose jogadores neste período! O que não pode acontecer é justificar todos os resultados com isso. A temporada está se encerrando e, sendo Eliminados da copa do Brasil (ainda bem que não era batatinha frita 1, 2, 3) estamos com menos uma competição. Deve ser o sonho para alguns treinadores, imagino.

Domenec-redacao-rubro-negra-solução
Imagem: Reprodução

Neste momento, qualquer treinador que venha a ser convidado para treinar o Flamengo, deve estar pesando o que pode fazer para ser campeão das três competições. Não dá para prospectar diferente! Para fazer história, o treinador TEM que imaginar que será campeão das três! Esse é o objetivo!

Ganhar só o brasileiro? Desculpe. Queremos ganhar também! Não dá pra pensar que será lembrado, porque ganhou o brasileiro. O cara que é lembrado tirou o Flamengo de uma fila de 38 anos da libertadores e foi campeão brasileiro, no mesmo final de semana, aliás. Rogério Ceni foi campeão brasileiro de 2020. Como é lembrado?

Se Renato será lembrado por alguma coisa não sei. Sei que no momento ele é o cara que produziu o cenário perfeito para a volta do Português, que saiu porque não tinha muito mais o que ganhar aqui. Ele é a solução que Renato criou!

Anderson Alves, O otimista.

You may also like

Deixe um Comentário

Site de notícias do Brasil e do Mundo informação.