Início Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão

Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão

por Pedro Carlos Ferreira
0 comentário
Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão

Flamengo pós-jogo

Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão
Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão

Estádio: Joaquim Américo Guimarães- Arena da Baixada- Curitiba-Paraná
Jornalismo Pedro Carlos Ferreira

Flamengo e Athético-PR se enfrentaram pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro em jogo que foi adiado e empataram em 2 a 2.

O Flamengo foi até a Arena da baixada enfrentar o Furacão que estava 4 partidas sem vencer, curiosamente o quarto jogo entre as equipes na temporada em um mês e empataram em 2 a 2.

Com um time bastante desfalcado, Flamengo de Renato Gaúcho empatou em 2 a 2 em jogo de dois tempos, o primeiro tempo foi do Flamengo e o segundo do Furacão.
o Segundo tempo o Flamengo recuou bastante, deu espaços para ser espremido pelo adversário e levou o gol de empate nos acréscimos.

Com o empate o Flamengo soma 50 pontos, 9 a menos que o Atlético-MG e dificultou o Brasileiro, agora o Flamengo depende de tropeços do Galo para chegar ao tricampeonato seguido.

Primeiro tempo

O jogo começou com o Athlético-PR tomando as ações, enquanto o Flamengo estudava o jogo e aguardava oportunidade de atacar em bloco.
O Flamengo começou a se soltar no jogo e nos minuto 5 deu uma encurralada no Furacão.

O Flamengo jogava com Vitinho próximo de Gabigol e Everton Ribeiro abertos.

O Athlético-PR tentava encurralar o Flamengo em seu próprio campo, teve boas oportunidades no início do jogo.

Gooolll do Flamengoooo!!!
Acabou o Jejum de Gabigol!!!
Boa jogada pela esquerda de Michael que cruzou, Vitinho chutou e o goleiro Santos defende com o pé, a sobra, Gabigol mandou para o gol! Flamengo na frente 1 a o.

Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão
Flamengo empata em 2 a 2 com o Furacão em jogo bastante disputado e dificulta o Brasileirão

Fim do jejum de Gabigol.
Nove jogos depois, ele voltou a balançar as redes e chegou a 98 gols pelo Flamengo – 28 na atual temporada.
Gol saiu novamente com muita liberdade do Flamengo, especialmente pelo lado esquerdo, com Michael e Ramon.

Confusão após o gol do Flamengo, Gabigol comemorou com a mão no ouvido e os jogadores do Furacão foram pra cima do artilheiro do Flamengo e o bolo foi formado no meio campo, o técnico Alberto Valentin gritou horrores com Gabigol reclamando.

Aos 20 minutos Andreas Pereira bateu falta bastante perigosa a bola passou raspando o travessão do goleiro Santos.

O jogo estava bastante fácil pelo lado esquerdo para o Flamengo que aproveitava a boa fase de Michael e Vitinho que tinham espaços no lado de Marcinho, tanto que o atacante Nikão estava voltando até a zaga para marcar.

Goollaaççooo Gabigollllll!!!!!
O goleiro Santos tentou sair jogando com os pés fazendo lançamento pela esquerda de seu ataque, Maurício Isla se antecipou e tocou de primeira para Gabigol que dentro da área tocou de cobertura sem chances para o goleiro Santos.
Aos 28 minutos Flamengo 2 a 0.

Excelente a pressão do Flamengo na saída de bola do Athlético-PR!
E que categoria de Gabigol: agora são 99 gols pelo Flamengo.

Aos 32 minutos o árbitro Marielson Alves expulsa renato Kayzer por empurrar Léo Pereira e tentar dar um soco, o VAR acionou o árbitro e voltou atrás e deu cartão amarelo.

Detalhe no Flamengo
Gustavo Henrique e Léo Pereira jogando firme e com seriedade no primeiro tempo.

O jogo seguiu bastante disputado, Alberto Valentin mudou seu esquema tático trazendo mais um jogador para defesa e liberando Marcinho para compor o meio campo e dar o bote.

renato Kayzer visivelmente nervoso dentro de campo.

O primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Flamengo por 2 a 0, tivemos um Flamengo mais compacto na defesa, com uma marcação com sobra, alguns lances de perigo do Furacão.
Destaque para Michael, Vitinho e Gabigol.

Com os dois gols marcados no primeiro tempo, Gabigol se igualou Nunes com 99 gols pelo Flamengo.

Segundo Tempo

O jogo começou bastante disputado entre as equipes, a zaga do Flamengo bem postada cortava os cruzamentos na área do goleiro Diego Alves.

Aos 6 minutos a zaga do Flamengo se viu em apuros numa jogada de Terans, Nikão e Renato Kayzer, a bola sobrou para Ramon que deu um bico na bola, na sequência Diego Alves saiu jogando com as mão para Mauricio Isla que perdeu a bola para Marcinho que cruzoub para Terans chutar na zaga e a bola saiu para escanteio.
Pressão do Furacão, o Flamengo no segundo tempo não chegou ao ataque em 10 minutos.

Salva Gustavo Henrique do Flamengo!

Athlético-PR aproveitou saída errada de Isla, Teran chuta cruzado na área, mas Gustavo Henrique conseguiu bloquear.

Aos 17 minutos Vitinho saiu sentindo possível lesão e deu lugar para Thiago Maia.

Flamengo tinha 78% de acerto de passe. Time voltou muito acuado no segundo tempo e não conseguia nem contra-atacar nem cadenciar a partida.

Aos 19 minutos saiu o gol do Furacão!
Gooolll do Athlético-PR
Renato Kayzer!
Abner fez jogada individual pelo lado esquerdo, cruzou para Nikão, que chutou rasteiro para grande defesa de Diego Alves, na sobra Renato Kayzer mandou para o gol.
Mas a arbitragem anulou e marcou o impedimento, porém após análise do VAR, gol é validado! O Furacão diminuiu.
Flamengo 2 x 1.

O Athlético-PR chegou a empatar com Terans, mas o VAR anulou o gol, a jogada jogador estava impedido.

O Flamengo estava perdido em campo no segundo tempo, Isla pior jogador rubro negro em campo, já tinha dado duas bolas nos pés do adversário, até que deu novamente nos pés de abner.
Com 25 minutos o Athlético-PR tinha finalizado 9 vezes contra nenhuma vez do Flamengo.

Além de não conseguir passar do meio-campo, o Flamengo marcava mal.

As linhas muito recuadas, que não encurtavam a distância nem mesmo com o Athlético-PR no campo de ataque. Jogadores do Furacão tinham muito tempo para dominar e pensar a jogada.

O Athlético-PR Sufocava enquanto o Flamengo conseguiu atacar pela primeira vez no segundo tempo aos 29 minutos com Michael e Gabigol.

Aos 33 minutos o Flamengo voltou ao ataque novamente com Michael que driblou e chutou em cima da zaga adversária.

Aos 35 minutos Michael entra driblando e toca para Gabigol que dominou mal e a zaga cortou.

Aos 37 minutos Flamengo de Renato precisava de mais gás e Rodinei e Matheuzinho entraram para dar mais proteção.
Saíram Isla e Andreas Pereira.

O Flamengo começou a respirar mais no jogo e aparecia mais no ataque.

Aos 42 minutos num lançamento para renato Kayzer, na corrida ganhou de Gustavo Henrique e Diego Alves saiu do gol, Renato Kayzer tocou por cobertura e a bola saiu raspando a trave, Sufoco!

Aos 44 minutos Renato chamou Bruno Viana e João Gomes para segurar a pressão do Furacão.
Saíram Michael e Everton Ribeiro.

Para aumentar o drama, o árbitro deu 6 minutos de acréscimo.

O Furacão pressionava o Flamengo com bolas cruzadas na área, o Flamengo cortava como dava.

Goooll do Athlético-PR
Nikão cobrou escanteio rápido e Bissoli marcou empatando a partida em 2 a 2.

Com o gol, o Flamengo foi para o ataque e João Gomes chutou de fora da área e Santos mergulhou e espalmou para escanteio.
Cobrança de escanteio e Gustavo Henrique cabeceou no travessão!

O segundo tempo foi todo do Athlético-PR que sufocou o Flamengo em seu campo, na saída de campo Alberto Valentim se estranhou com Gabigol no corredor de acesso aos vestiários.
O Flamengo pecou muito nos passes e a zaga não jogou como no primeiro tempo, dando espaços para o ataque do Furacão.

Próximos jogos do Flamengo

Sexta-feira dia 05 de novembro às 21:30 horas no Maracanã contra Atlético-GO.
Segunda-feira 08 de novembro às 20:00 horas contra a Chapecoense em Chapecó.
Quinta-feira 11 de novembro às 19:00 horas contra o Bahia no Maracanã.

Cuca denunciado no STJD

O técnico do Atlético-MG foi denunciado no STJD por causar tumulto no corredor que da acesso ao gramado no Maracanã no jogo de sábado contra o Flamengo, Cuca poderá pegar um gancho, ainda não foram divulgados os artigos disciplinares ao qual o treinador responderá.

Estádio: Joaquim Américo Guimarães ( Arena da Baixada) Curitiba
Árbitro: Marielson Alves (BA)
Auxiliar 1: Alessandro Alvaro (BA)
Auxiliar 2: Elicarlos Franco (BA)
VAR: Márcio Henrique de Gois (SP)

Equipes

Athlético-PR: Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolás Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini e Abner; Terans, Nikão e Renato Kayzer.
Técnico: Alberto Valentim

Flamengo: Diego Alves, Maurício Isla, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Ramon; Willian Arão, Andreas Pereira, Everton Ribeiro e Vitinho; Michael e Gabigol.
Técnico: Renato Portalupi

Cartões amarelos: Terans, Thiago Heleno, Nicolás Hernández (ATH) Léo Pereira, Andreas Pereira (FLA)
Cartões vermelhos: Renato Kayzer (ATH)

Sob pressão Renato e diretoria vivem pior fase, Pedro faz Cirurgia no menisco, a bruxa está solta no Mengão!

Jornalismo Pedro Carlos Ferreira
Arte: Tubal Cain Machado
Equipe de Jornalismo Futebol Profissional
Lucas Silva-Pedro Carlos Ferreira– Leonardo Monteiro
Conteúdo Adicional: Leonardo Monteiro
Jornalismo: Pedro Carlos Ferreira
Fotos: Alexandre Vidal/CRF

siga-nos nas redes sociais Facebook: Pedro Carlos Ferreira, Redação Rubro Negra,  Twitter e Instagram siga o Redação Rubro-Negra (@Red_RubroNegra) no Twitter e no Instagram (@redacaorubronegrah).

You may also like

Deixe um Comentário

Site de notícias do Brasil e do Mundo informação.