Flamengo goleia o Defensa y Justicia por 4 a 1 e se classifica para as quartas de final da Libertadores.

CRF1

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Flamengo Classificado para as Quartas de final da Libertadores da América

Flamengo é o primeiro clube brasileiro a jogar com torcida pós pandemia

Brasília- Estádio Mané Garrincha

Flamengo no reencontro com a torcida em Brasília recebeu o Defensa y Justicia após 497 dias afastado da nação, partiu pra cima do Defensa, logo no primeiro minuto Bruno Henrique deu seu cartão de visitas, passando por 3 defensores do adversário em sua jogada característica e cruzando na área tentando encontrar Gabigol

Como faltava o torcedor no estádio, os jogadores mesmo com o estádio com poucos torcedores ouviam emocionados os gritos de ” Vamos Flamengo, Vamos ser campeões, Vamos Flamengo!”

A diretoria rubro negra estimou um prejuízo de 150 milhões de reais com a falta de torcedores em seus jogos.

Em jogada de Bruno Henrique, arrancou escanteio após cruzar a bola na área e a zaga cortar, na cobrança cobrada por Everton Ribeiro, Rodrigo Caio de cabeça fez Flamengo 1 a 0 aos 8 minutos de jogo.


O Flamengo controlou o início do jogo, dominando o adversário empurrado pelos torcedores presentes

Aos 15 minutos Gabigol em ótima jogada, cruzou para área e Bruno Henrique tocou a bola na trave.

A equipe rubro negra começou o jogo em alta rotação, lembrando os tempos de 2019, Bruno Henrique sendo o melhor jogador em campo aos 18 cruzou para Gabigol que chutou para uma defesaça do goleiro Usain.

Aos 20 minutos um Show de toques de bola entre Diego e Arrascaeta, que lançou Gabigol que na dividida foi derrubado e o árbitro mandou seguir o jogo.

Com o Flamengo em alto domínio do jogo, o técnico Sebastián Beccacece trocou o atacante Contreras pelo lateral direito Tripichio aos 22 minujtos, tentando conter a velocidade de Bruno Henrique que deitava e rolava pela esquerda.

Aos 24 minutos Arrascaeta cobra falta e bateu no travessão!

Aos 30 minutos Gustavo Henrique quase marcou de cabeça numa falta cobrada na área por Arrascaeta.

Bruno Henrique estava impossível hoje! Desde que chegou ao Flamengo, BH já provocou 63 amarelos e 6 vermelhos por falta de jogadores adversários

O Defense y Justicia chegou ao empate numa falha bisonha do goleiro Diego Alves que recebeu a bola recuada de Diego Ribas e tentou chutar por cima em elevação e a bola bateu no meio campista Loaíza e morreu no fundo do gol, marcando Flamengo 1 x Defensa y Justicia aos 39 minutos do primeiro tempo.

O Primeiro tempo foi totalmente do Flamengo que dominou o jogo, Renato Gaúcho montou o time e deu consistência, saída de bola e poder de marcação, tomou o gol numa jogada em que o goleiro Diego Alves falhou feio, não é de hoje que o goleiro tem falhas grotescas, de bom foi a movimentação do meio campo e do ataque, Bruno Henrique foi o melhor jogador na primeira etapa.

O segundo tempo

O Flamengo voltou para o segundo tempo já dando pressão no Defensa y Justicia, Arrascaeta bateu escanteio e Gustavo Henrique de cabeça quase marcou, o goleiro Usain fez uma defesa espetacular.

O Defensa y Justicia voltou mais lançado ao ataque, tentando chegar ao gol rubro negro após o gol de empate, a mexida do técnico Sebastián Beccacece melhorou o sistema defensivo.

Mais nervoso em campo, o Flamengo passou ser dominado pelo Defensa, o técnico Renato Gaúcho chamou Michael para entrar no lugar de Everton Ribeiro com cartão amarelo, visando ter velocidade nas saídas de bola.

Bruno Henrique ainda era o melhor jogador em campo até o momento recebeu falta na entrada da grande área, o Defensa parava BH somente com faltas.

Michael entrou e incendiou o jogo! Numa bola lançada na área por Filipe Luís, Michael pegou de voleio, a bola bateu no travessão, no rebote Arrascaeta de cabeça fez o segundo gol rubro negro aos 20 minutos! Flamengo 2 x 1 Defensa y Justicia.

É o 37º gol do uruguaio em 121 jogos.

O Flamengo voltou dominar o jogo, porém o Defensa Y Justicia não se entregava, tentava atacar e penetrar na defesa rubro negra.

O técnico Renato Gaúcho colocou Matheuzinho no lugar de Maurício Isla aos 32 minutos visando poupar o lateral que disputou a Copa América.

Aos 35 minutos Renato poupou Bruno Henrique, Melhor jogador em campo e colocou Vitinho que dois minutos depois em seu primeiro lance recebeu a bola de Arrascaeta, limpa a jogada e dá um chute para o gol, o goleiro Usain falhlou e a bola foi parar no fundo do gol, Flamengo 3 x1 Defensa y Justicia aos 37 minutos do segundo tempo.

Aos 49 minutos gol de Vitinho! Arrancada de Michael, que serve Gabriel. Atacante toca de primeira para Vitinho limpar para o meio e chutar no contrapé de Unsain. Belo gol!
Flamengo 4 x 1 Defense y Justicia

Michael entrou e deu novo fôlego ao time, Renato Gaúcho devolveu alegria aos jogadores que estavam jogando um futebol burocrático, mesmo com alguns erros, o Flamengo foi superior ao Defense y Justicia em todo jogo, no final os torcedores presentes gritavam olé! a alegria do futebol voltou as arquibancadas.
o Flamengo ainda tem algumas coisas para acertar, o Goleiro Diego Alves ainda nos acréscimos salvou o segundo go do Defensa.

Ficha técnica
Estádio Mané Garrincha
Flamengo: Diego Alves, Maurício Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego Ribas, Willian Arão, Everton Ribeiro e Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Renato Portalupi
Defensa y Justicia: Usain, Matías Rodrigues, Paredes, Frías, Cardona e Soto; Escalante, Loaíza e Rotondi; Walter Bou e Contreras
Técnnico: Sebastián Beccacece

Cartões amarelos: Frías, Paredes( Defense) Gabigol, Everton Ribeiro, Diego Ribas(Fla)
Cartões vermelhos:

Equipe de Jornalismo Futebol Profissional
Arte: Leandro Viegas
Pré jogo: Lucas Silva-Pedro Carlos
Pós jogo: Pedro Carlos Ferreira-Lucas Silva
Jornalismo: Pedro Carlos Ferreira

Nossa equipe de jornalismo vem respeitosamente deixar nossos sentimentos para todos que perderam seus entes queridos para Covid-19

Obrigado você leitor por acompanhar nosso trabalho, siga-nos nas redes sociais Facebook: Pedro Carlos Ferreira, Redação Rubro Negra,  Twitter e siga o Redação Rubro-Negra (@Red_RubroNegra) no Twitter e no Instagram (@redacaorubronegrah).

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe!

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra