FlaBasquete e Paulistano começam nesta segunda batalha por vaga na Final.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Paulistano
Certicação por Equivalência em 45 dias

Dois dos fundadores do NBB começam a duelar pelas semifinais do NBB 13.

Flamengo e Paulistano estiveram na criação do Campeonato que se tornaria um dos maiores orgulhos esportivos deste país.
O Novo Basquete Brasil mesmo com as dificuldades pelo basquete ter sido abandonado por anos, se reinventou e mesmo estando bem longe do que planejam os idealizadores, já é um grande sucesso.
Flamengo e Paulistano fizeram parte dessa revolução, mas incrivelmente está será apenas a terceira vez que ambos se enfrentam em um playoff de Novo Basquete Brasil.

Somando ao todo serão 10 finais que estarão em quadra com incríveis 7 títulos conquistas.

O Flamengo detém 6 canecos de campeão (2008/2009 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016 2018/2019).
Já o Paulistano conquistou 1 título (2017/2018).

Flamengo x Paulistano. Os confrontos nos playoffs.

Flamengo e Paulistano se enfrentaram pela primeira vez em um playoff no NBB 5. Foi na fase de quartas de final onde o FlaBasquete venceria a melhor de 5, por 3 jogos a 0.
Nesta mesma temporada o Rubro-Negro carioca chegaria a final e conquistaria seu segundo campeonato do Novo Basquete Brasil.
A final foi contra o extinto time de Uberlândia, onde o placar ficou em 77 a 70 no time comandado por Hélio Rubens.

FlaBasquete e Paulistano. NBB 6 A grande final.

No ano seguinte na temporada 2013/2014 (NBB 6), aconteceria até então o confronto mais importante entre as duas equipes. A grande final da competição.
Gustavo de Conti ainda era o treinador do Clube Atlhélico Paulistano. Comandava um time muito jovem, e viveria ali a primeira final do time Paulista.
O FlaBasquete mais uma vez sairia como vencedor do confronto que foi em jogo único, consequentemente sendo campeão daquela temporada.
A partida foi bem equilibrada só decidida no finzinho do último período. O Flamengo fechou por 78 X 73 com 22 X 17 16 X 23 21 X 17 e 19 X 16 nas parciais.

O pivô americano Jerome Meyinse foi o certinha da partida com 16 pontos ele também ficou
com o troféu de MVP daquela final.

Pelo lado do Paulistano o também americano Holloway anotou 15 pontos, a equipe viria enfrentar mais 2 finais.
Uma contra Bauru, onde foi derrotado por 3 jogos a 2 depois de abrir 2 jogos de frente;
E a outra final seria contra o Mogi Basquete onde a jovem equipe do técnico Gustavo de Conti enfim ganharia sua primeira taça. 3 jogos a 1 e título garantido. O MVP daquela final foi o pivô do Paulistano Guilherme Hubner.

A terceira decisão.

Enfim chegamos no Novo Basquete Brasil atual, e pela terceira vez as duas equipes se enfrentam em um playoff. Pela primeira vez em uma semifinal.
A caminhada do Mengão para chegar aqui já falamos algumas vezes, portanto deixarei o link fixado mas sem deixar de lembrar que só no NBB o Flamengo já está invicto a 19 partidas. (Clique aqui).

O Flamengo ainda não sabe o que é derrota em 2021, englobando NBB, Copa Super 8 e Champions League Américas.
Em 28 jogos no ano, são 28 vitórias, sendo absoluto contra qualquer adversário.

Já o Clube Athlético Paulistano em 30 jogos, conquistou 22 vitória e 8 derrotas.

Dessas 8 derrotas, 2 foram para o Flamengo!

Uma no dia 08 de dezembro de 2010, por 104 a 76. Com o argentino Chuzitto Gonzles convertendo 25 pontos;
E outra no dia 25 de fevereiro, por 80 à 74. Com o pivô Rafael Hettsheimer anotando 15 pontos.
Quem lidera a média de pontos por partida é o jogador Thomas com 13.4 pontos por jogo.; Nos rebotes, Maique foi o que liderou na média. Foram 5.9 rebotes por partidas.
Nas assistências, um velho conhecido da torcida do Flamengo liderou o time. Deryk Ramos com 4.1 assistências.
O ala/pivō Erik Thomas terminou com 15.4 em eficiência.

Assim como Flamengo a equipe do Paulistano folgou nas oitavas de finais pois havia se classificado na quarta colocação.
Foram 73,03% de aproveitamento na fase regular.

Como foram as quartas de finais?

Nas quartas de final um duelo que já valeu até disputa de título no NBB. Paulistano X Bauru.
A equipe da capital se saiu melhor e com 2 jogos a 1 carimbou o passaporte para essa fase.
Do outro lado da Chave Minas Storn e São Paulo serão os protagonistas .
A equipe do São Paulo mostrou toda sua hegemonia para cima do Corinthians e continua invicta em cima do rival.

Foram 2 jogos nas semifinais e 2 vitórias.
São Paulo 78 X 71 Corinthians jogo 1
São Paulo 79 X 68 Corinthians jogo 2

Já o Minas encontrou um pouco mais de dificuldade para vencer sua série. Foram necessários
3 jogos para passar pelo SESI Franca. 2 X 1
Minas Storn 91 X 85 SESI Franca

Minas Storn 72 X 82 SESI Franca
Minas Storn 93 X 68 SESI França
Independente de quem passe desta chave, já teremos uma final inédita.

Confiram a baixo dia horário e transmissão de todos os jogos das semifinais do NBB 13.
Dia 10/05 (segunda-feira). Jogo 1.
Minas X São Paulo 18:00
transmissão ESPN / DAZN e twitch
Flamengo x Paulistano 20:45
transmissão ESPN e DAZN
Dia 12/05 (quarta-feira). Jogo 2
São Paulo X Minas 18:00
transmissão ESPN / DAZN e twitch
Paulistano X Flamengo 20:45
transmissão ESPN e Dazn
Dia 15/9 (Sábado). Jogo 3
Flamengo x Paulistano 15:00
transmissão ESPN e DAZN
Minas X São Paulo 18:00
transmissão ESPN/Dazn/Twitch e TV Cultura
Fiquem atentos que estaremos informando cada passo dos times nas semifinais.

Redação Rubro-Negra, o projeto feito por torcedores, para torcedores.

 

VEJA TAMBÉM

Pedro - Flamengo x Athletico-PR

Pra quebrar o novo acordo

Flamengo encara o fluminenCe, que tem dado sorte em Clássicos não decisivos contra o rubro-negro Tempos atrás o acordo não escrito era com o Vasco.

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra