Início Flamengo vai à Corte Arbitral do Esporte contra CBF

Flamengo vai à Corte Arbitral do Esporte contra CBF

por Pedro Carlos Ferreira
0 comentário
Flamengo vai à Corte Arbitral do Esporte contra CBF

Flamengo declara guerra contra CBF

Ano passado o clube já tinha passado pela mesma situação contra a CBF e na mesma forma iria recorrer a corte máxima do esporte, diante das condições impostas pela CBF que alega ter que cumprir calendário de encerramento do campeonato, O Clube de Regatas do Flamengo anunciou que deu entrada na Corte para impedir que as partidas sejam realizadas no espaço de 48 horas entre partidas pelo Campeonato Brasileiro.
-É desumano o que a CBF está tentando fazer conosco! Diz Dulshe de Abrantes advogado do clube, segundo ele o clube irá marcar coma FIFA uma reunião para resolver o assunto, mas já está protocolado na CAE o pedido de interdição das partidas.

O que diz a lei? O trato com o clube?

Redação Rubro Negrahttps://rrn.net.br/
Jornalismo Pedro Carlos Ferreira

Marcos-Braz-Redacao-Rubro-Negra
Flamengo vai a Corte máxima do esporte Foto: Arquivo Redação Rubro Negra

Como noticiado na Redação Rubro Negra na manhã de hoje, CBF não irá adiar os jogos do Flamengo nas datas FIFA e o clube já acionou a corte máxima do esporte, a guerra está declarada

Em reunião com Manuel Flores diretor de competições da CBF e Juninho Paulista coordenador da entidade, tinha ficado acordado que os jogos do Flamengo seriam adiados devido a grande quantidade de atletas cedidos para seleções nos jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo no Quatar em 2022 e o tempo entre as partidas a serem realizadas pela equipe rubro negra que tem jogos adiados e além de jogar a Copa do Brasil, o tempo de regeneração segundo a lei seria burlado , sendo que a CBF voltou atrás e em matéria produzida nesta manhã pelo jornalista da Redação Rubro Negra “Leonardo Monteiro” em primeira mão, a entidade do futebol brasileiro voltou atrás e confirmou os jogos.

O que diz a lei?

O contestamento dos dirigentes do Flamengo está baseado no artigo 25 do regulamento geral de competições de 2021 da CBF, na qual está prescrito que:

“Os clubes não poderão disputar e os atletas não poderão atuar em partidas por competições coordenadas pela CBF sem observar o intervalo mínimo de 66 horas”
o § 2º do mesmo artigo abre uma brecha, dizendo que em situações esse intervalo poderá ser desrespeitado.

Em casos excepcionais, a DCO, de forma fundamentada, poderá autorizar a atuação de atletas e clubes sem a observância do artigo.

Em se tratando de atletas, será obrigatória apresentação de autorização médica de atestado a aptidão para disputa da partida.

A norma federativa da CBF vigora há 15 anos, diz que estabelece um prazo de 72 horas e passou para 66 horas com o passar do tempo.

No ano passado na pandemia a entidade e a Federação Nacional de Jogadores acordaram com a intermediação do MPT15 que enquanto durar a pandemia, de maneira excepcional, para conseguir organizar o calendario poderia reduzir em até 48 horas entre as partidas.

O acordo válido na última temporada previa que a redução do intervalo poderia acontecer em 4 partidas.

A CBF agendou mais partidas que o Flamengo tinha a cumprir para dias 2 e 5 de novembro. A primeira será em uma terça-feira em Curitiba contra o Athlético-PR e a segunda na sexta-feira no Maracanã, contra o Atlético-GO.

Ambos os jogos estão entre os fins de semana 30/31 de outubro e 6/7 de novembro, em que o Flamengo enfrentará o Atlético-MG e Chapecoense, respectivamente pelo Brasileiro 2021.

O que causa contestamento seria a falta de uma reunião para com respeito em relação aos atletas e também com a diretoria do clube que tinha recebido a informação do adiamento.

Vale ressaltar que o intervalo foi tratado em abril de 2020 para 66 horas.

Quando Gabigol declarou que o fubetol Brasileiro está igual várzea, ele tinha razão!

Punido por declarar que o futebol profisssional Brasileiro parece futebol de várzea, Gabigol evitou dar declarações sobre todo embrólio que envolve ambas instituições.

CBF e clubes estão fazendo de tudo para impedir o terceiro título Brasileiro consecutivo do Mengão!

Agora pode ter torcida, antes não!

Quando o Flamengo conseguiu a liminar no STJD para disputar suas partidas como mandante com torcida, os clubes e a CBF deram contra, agora mudaram de posição! Visivelmente está nos olhos dos rubro negros o complô para evitar mais um triunfo da equipe de Renato Gaúcho e seu grupo.

O departamento jurídico do clube entrou com a representação a CAE ( Corte Arbitral do Esporte)

Arrascaeta homenageado pela Raça Rubro Negra com Bandeira com sua imagem

Raça Rubro Negra homenageia Arrascaeta com bandeira

O Uruguaio Georgean De Arrascaeta foi homenageado na tarde de ontem no Ninho do Urubu ( CT George Helal) pela mairo torcida organizada do Brasil; A Raça Rubro Negra fez uma bandeira personalizada com a foto do jogador e os títulos conquistados por ele pelo clube, Arrascaeta autografou seu nome e comemorou:
-Estou muito feliz pela homenagem, muito agradecido pelo reconhecimento desta torcida maravilhosa, quero conquistar títulos e continuar dando alegria para todos torcedores do Flamengo.

Diego Ribas fora do jogo de amanhã

O jogador Diego Ribas está fora do jogo de amanhã contra o Athlético-PR pela 23ª rodada do Brasileirão, Diego sentiu dores musculares e será poupado da partida, com isso ele se junta com David Luíz, Thiago Maia e o Suspenso Matheuzinho como ausências amanhã às 16 horas no Maracanã.

Equipe de Jornalismo Futebol Profissional
Lucas Silva-Pedro Carlos Ferreira
Conteúdo Adicional: Leonardo Monteiro
Jornalismo: Pedro Carlos Ferreira

Você quer mandar seu alô na Redação Rubro Negra?
Mande mensagem para Pedro Carlos Ferreira nas redes sociais até 1 hora antes das partidas.

Obrigado você leitor por acompanhar nosso trabalho, siga-nos nas redes sociais Facebook: Pedro Carlos Ferreira, Redação Rubro Negra,  Twitter e Instagram siga o Redação Rubro-Negra (@Red_RubroNegra) no Twitter e no Instagram (@redacaorubronegrah).

You may also like

Deixe um Comentário

Site de notícias do Brasil e do Mundo informação.