Gabriel da fome de gols e de… cartões

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Certicação por Equivalência em 45 dias
Além de marcar muitos gols, atacante também chama a atenção na quantidade de cartões recebidos 

Gabriel Barbosa dentro da grande área é o terror de todas as zagas e goleiros do Brasil e da América, sempre bem colocado e com constante fome de gols que lhe rendeu mais uma convocação para a Seleção Brasileira. Até o momento são 22 gols marcados em 23 jogos na atual temporada, o que deixam bem claro esse enorme apetite. Mas desde quando passou a vestir o manto sagrado em 2019, além dos 92 gols marcados até então, Gabigol também mostra outra fome, a de levar muitos cartões. A quantidade vem caindo a cada ano, talvez pela maturidade, mas a tendência é que nessa temporada, o número de cartões será maior pelo menos em relação a anterior.

Gabriel atacante de muitos gols e muitos cartões nos jogos.
Gabriel no momento da expulsão contra o Inter. Fonte: Coluna do Fla

Uma chuva de cartões amarelos

Em quase 3 anos de Flamengo, Gabriel acumula 41 cartões amarelos (considerando o duplo amarelo que leva ao cartão vermelho) . Em 2019 por enquanto foi o pico desse montante com 25 cartões recebidos em 59 jogos, média de quase meio cartão por jogo em toda aquela temporada. Em 2020 seguindo os mesmos critérios de aplicação, Gabigol teve uma boa melhora nessas advertências. Foram 10 cartões amarelos em 43 jogos, 60% a menos que na temporada anterior. Na atual temporada ainda com os mesmos critérios, Gabi recebeu 7 cartões amarelos em 23 jogos. Considerando ainda mais 4 meses de temporada, tudo indica que o total de cartões será maior do que o de 2020.

Gabriel recebendo cartão amarelo contra o Vasco em 2019. Fonte: Twitter – SporTV

6 expulsões e a questão disciplinar mais exposta

Basicamente seguindo a linha dos cartões amarelos aplicados, Gabriel teve mais cartões vermelhos no primeiro ano de Flamengo. Foram 3 cartões recebidos dessa cor. Em 2020, pouca redução em relação a temporada anterior, com 2 cartões recebidos. Na temporada atual, Gabi foi expulso pela primeira vez no ano em partida válida pela décima quinta rodada do Campeonato Brasileiro na partida contra o Internacional. No geral, o atacante fica com uma média de 2 expulsões por temporada com a camisa rubro-negra. Porém, o que chama atenção nesses números é que em 5 desses cartões foram aplicados devido a atitudes antidesportivas ou ofensas disparadas por ele durante os jogos.

Gabriel quando expulso contra o Grêmio em 2019. Fonte: O Empallador

Histórico das expulsões:

Temporada 2019

  • Flamengo 0 x 1 Peñarol (Libertadores, 03/04/2019) – vermelho direto – motivo: carrinho frontal
  • Grêmio 0 x 1 Flamengo (Brasileiro, 17/11/2019) – vermelho (amarelo + amarelo) – motivo: atitude antidesportiva, desrespeitar juiz
  • Flamengo 2 x 1 River Plate (Libertadores, 23/11/2019) – vermelho direto – motivo: atitude antidesportiva, provocar adversário

Temporada 2020

  • Fluminense 1 x 2 Flamengo (Carioca, 12/07/2020) – vermelho (amarelo + amarelo) – motivo: reclamação
  • Flamengo 4 x 3 Bahia (Brasileiro, 20/12/2020) – vermelho direto – motivo: atitude antidesportiva, ofensa à arbitragem

Temporada 2021

  • Flamengo 0 x 4 Internacional (Brasileiro, 08/08/2021) – vermelho (amarelo + amarelo) – motivo: atitude antidesportiva, desrespeitar o juiz

Gabriel é de fato indisciplinado ou trata-se da imagem da raça como jogador?

O futebol brasileiro e mundial sempre tiveram jogadores de muito talento e ao mesmo tempo com temperamentos complicados em campo, tais como George Best, Cantona, Romário, Ibrahimovic, Neymar e até mesmo o comandante Renato Gaúcho, entre vários outros. Para muitos, Gabriel é apenas mais um desse seleto grupo de craques de gênio difícil e muito talento nos pés. Para outros, até mesmo pela evolução dos números do jogador sobre o assunto, Gabriel pode evoluir nesse aspecto e continuar sendo um artilheiro nato. Como absolutamente tudo é passivo de evolução, cabe ao trabalho da comissão técnica, companheiros da equipe e até mesmo conselhos dos verdadeiros amigos fora da vida profissional auxiliar nesse segmento da evolução do maior artilheiro do Brasil.

Gabriel indo mais cedo pro chuveiro contra o Penarol na Libertadores de 2019. Fonte: GE.com

Veja também:

Presidente Jair Bolsonaro fala em retorno aos estádios

Flamengo goleia o Olimpia no jogo de ida das quartas de final da Libertadores

VEJA TAMBÉM

Pedro - Flamengo x Athletico-PR

Pra quebrar o novo acordo

Flamengo encara o fluminenCe, que tem dado sorte em Clássicos não decisivos contra o rubro-negro Tempos atrás o acordo não escrito era com o Vasco.

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra