O que esperar do segundo semestre?

Gabigol e Filipe Luís comemoram o título do flamengo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Com a saída de Gérson, fica a dúvida de como vai ser a remontagem do Flamengo no segundo semestre

Hoje de forma oficial, o Flamengo confirmou o acordo para a transferência do volante Gerson ao Olympique de Marselha, da França. A pergunta que todo torcedor faz nas redes sociais, como vai ser o segundo semestre? A pergunta, tem fundamento, principalmente se for comparado a outras saídas de jogadores do time titular de 2019 e as suas reposições.

No primeiro semestre de 2020 também perdemos 1 titular

Pablo Mari, o primeiro a sair, aquele que muitos achavam que a reposição seria fácil. Para o seu lugar, chegou o zagueiro Léo Pereira, que vinha de boas atuações com a camisa do Athético PR. Com fracas atuações, o zagueiro perdeu espaço, sendo pouco utilizado no time titular. Podemos dizer o mesmo de Bruno Viana, chegou no início de 2021, com a missão de resolver os problemas de uma defesa insegura. O zagueiro vindo do futebol português, com atuações displicentes e inseguras, foi mais um a cair em descrédito com Rogério Ceni. Hoje, é uma das últimas opções do elenco. Gustavo Henrique, outro zagueiro do time, dentre os três, é o que atua com um pouco mais de segurança, mesmo assim, encontra muita resistência entre os torcedores rubro negros.

Léo Pereira
Léo Pereira, contratação badalada do 1º semestre de 2020, que não se firmou no time titular do Flamengo

Outra perda do time de 2019, foi a saída de Rafinha. O clube para suprir a sua ausência, contratou Isla, lateral direito da seleção chilena. Na sua chegada, com boas atuações, o sentimento foi de que sua contratação foi certeira, muitos inclusive, diziam que não sentiam a falta de Rafinha. Ocorre que nos últimos meses, o jogador caiu bastante de produção, com atuações preocupantes. O seu substituto Matheuzinho é promissor, teve algumas boas partidas no campeonato carioca, mas esta longe de contar com a plena confiança da comissão técnica. Muitos acreditam, que a volta de Rodinei, deve significar a perda de espaço do lateral. Já uma outra ala da torcida, acredita em um aumento de disputa por posição, algo que pode ser benéfico para a equipe.

Flamengo campeão da supercopa contra o palmeiras
Flamengo levantando a taça da Supercopa do Brasil

Com a saída de Gérson, ficam as opções de Thiago Maia e João Gomes. O primeiro, se recupera de uma contusão grave mas conta com a confiança do clube para assumir a posição. Jogador de qualidade e identificado com o clube se torna uma grande aposta do treinador e da torcida. João Gomes, o outro cotado, mostra evolução a cada dia, sendo um dos destaques do primeiro semestre do Flamengo, sendo coroado com o gol do título carioca de 2021.

Sobre renovações, a boa notícia fica por conta de Filipe Luís, que mostra tranquilidade com a renovação no Flamengo. O jogador, demonstrou felicidade e satisfação em permanecer no clube, mostrando grande identificação, algo que pode ser visto no papo com o Maestro Júnior, no encontro de gerações na FLATV. Sobre contratações, o clube não sinaliza com nomes de impacto, sempre declarando que se ocorrer, serão reposições pontuais ou oportunidades de mercado. Para o segundo semestre, seguem as dúvidas, principalmente com as perdas para a Copa América e Olimpíadas, sinônimo de dor de cabeça para o técnico Rogério Ceni, que tem pedido alguns reforços prevendo a maratona do segundo semestre.

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra