Rebeca Andrade do Flamengo é Ouro e estabelece um novo patamar para ginástica mundial.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Rebeca Andrade do Flamengo é Ouro
Certicação por Equivalência em 45 dias

Quando Rebeca Andrade, atleta do Flamengo, entrou no ginásio Ariake em Tóquio para disputa do Salto, o mundo já a olhava de uma forma diferente.

Depois de espantar a todos na disputa por aparelhos e conquistar o ouro, a Rubro-Negra sabia que teria um desafio e tanto pela frente.

Sem contar na expectativa gerada por toda uma nação Rubro-Negra ou não, e saber como nossa atleta se portaria diante da nova realidade vivida por ela.

Foi em outro domingo que Rebeca Andrade começou a fazer história.

No dia 25/07/2021 a atleta começava a escrever esta belíssima história nas olimpíadas de Tóquio.

Neste dia ela conseguia marca e classificação para disputar 3 finais. Individual geral, Salto e Solo.

Com uma média de 15,100 Rebeca Andrade conseguia a classificação avançando na terceira posição.

Relembrando que a classificação nas finais de aparelho a atleta Rubro-Negra havia conseguido avançar na segunda posição, atrás apenas do fenômeno Simone Biles e no solo na segunda atrás da italiana Vanessa Ferrari.

A primeira de uma geração.

Os (22) vinte e dois anos e as três cirurgias não conseguiram abalar a garra da atleta que na última quinta feira 29/07/2021, já havia nos presenteado com a medalha de prata, sendo a primeira medalhista na história da ginástica feminina brasileira.

Com uma soma de 57.298, nossa Rubro-Negra notável se tornava a segunda atleta mais completa do mundo e já estabelecia uma nova visão do mundo da ginástica as suas performances.

*Clique aqui e veja como foi a caminhada de Rebeca Andrade na disputa da final individual de aparelhos que nos deu a medalha de prata.

O olimpo é Rubro-Negro. O Brasil é medalha de ouro. Rebeca Andrade faz história.

Quem é Flamengo já acordou na expectativa de um Flamengo x Corinthians logo mais tarde para afirmar a boa fase no campeonato brasileiro.

Porém que me desculpe o futebol que vem dando um show é verdade nos últimos jogos, mas a expectativa maior era para outra modalidade, muito pouco valorizada por alguns, mas que na raça conseguiu colocar orgulho em qualquer um que torce para o clube.

Representando a seleção Brasileira nossa atleta começou o dia dando alegria não só para nós, mas para todo um país.

Na verdade o mundo se rendeu a Rebeca, que agora tem o olimpo aos seus pés.

O salto dourado.

Rebeca foi a terceira ginasta a se apresentar. Entrou com feição bem tranquila no ginásio e foi para seu primeiro salto conseguindo um belo Cheng com movimento bem executado, porém uma aterrissagem um pouco para o lado.

A dificuldade do salto foi tão elevado que mesmo com esta pequena falha a Rubro-Negra marcou 15,166.

No segundo salto Rebeca Andrade executou um Amanar. Mais uma vez beirando a perfeição, porem com dois passos para frente na chegada ao chão.

15,000 cravados foi a pontuação neste segundo salto e uma média de 15,083 para entrar para história.

O Pódio!

Rebeca Andrade cravou a primeira colocação consequentemente o ouro alcançando a marca de 15,083.

A medalha de prata ficou com a americana Mykayla Skinner com 14,916, já a medalha de bronze ficou com a sul-coreana Seojeong Yeo fechando assim o pódio.

O feito!

A atleta alcança um feito, pois é a primeira atleta brasileira a conquistar mais de uma medalha em uma única edição olímpica.

Levanta o sarrafo ainda mais da ginástica brasileira que tem nomes como Luiza Parente, Daiane dos Santos, Daniele Hypolito, Jade Barbosa, Diego Hypolito, Arthur Zanetti entre outros.

Ainda tem a disputa do Solo e Flavinha ainda vem nas traves.

Nesta segunda feira (02/08/2021), Rebeca Andrade volta ao ginásio as 5:45 na categoria solo, logo após o ginasta Caio Souza também na categoria solo tentará uma medalha.

Um pouco antes as 5 da manhã, Arthur Zanetti disputa a final nas argolas.

Na terça feira (03/08/2021) as 05:48 a Rubro-Negra Flávia Saraiva disputará a final na categoria trave.

O Redação Rubro-Negra estará de olho em nossas atletas e na torcida para todos que representam o Brasil nestas olimpiadas.

Redação Rubro-Negra, o projeto feito de torcedores, para torcedores.

VEJA TAMBÉM

As 2 equipes ainda disputaram duas finais de copa super 8 entre elas, com cada uma levando um título. Agora no NBB 14 os dois clubes se fazem protagonistas e farão neste sábado um duelo que promete ser espetacular. A equipe do SESI Franca vem passando por cima dos adversários e confirmando o grande favoritismo de uma equipe repleta de estrelas formada pra ser campeã. Já o Flamengo depois de perder grandes nomes desde a última conquista, montou um elenco de respeito buscando não só banhar Novo Basquete Brasil mas também o mundo.

Tá de boa, Canarinho Belga

Flamengo para em erro individual e já é 2022 na Gávea É… Deu ruim. Não que eu esteja em condições etílicas adequadas pra escrever isso

FlaBasquete NBB Rio Claro

Liberta, DJ

Flamengo e Palmeiras se enfrentam em busca da Glória Eterna 🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶 Aeeeeeeee… Chegou o Grande Dia. E o BoTTeco está de portas com o Prezão

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra