Com volta de Franco Balbi, FlaBasquete destrói invencibilidade do Minas Storm fazendo 99 a 63.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Franco Balbi FlaBasquete Minas Storm - Redação Rubro-Negre
Certicação por Equivalência em 45 dias

Antes de começar a partida um dos times invictos do Novo Basquete Brasil estava em quadra e ele não era o Flamengo.

A equipe Rubro-Negra vinha de uma derrota dolorida e merecida para o Paulistano, na casa do adversário, em jogo que a equipe de São Paulo soube anular os principais pontos do Flamengo.

Como no basquete tudo muda o tempo todo durante o jogo, imagine como uma semana de treino para poder aparar as arestas.

Vamos ao Jogo: FlaBasquete x Minas Storm. (Primeiro período)

O Flamengo entrou em quadra com Yago Mateus, Brandon Robinson, Rafael Mineiro na posição 3, Olivinha e JP Batista. Já o Minas Tênis Clube começou com Alexey, Gui Santos, Miller, Johnson Jr e Renan Santos.

O Minas começou em uma corrida de 5 pontos enquanto o Mengão marcou pela primeira vez com Olivinha. Depois disso só deu a equipe mineira com um começo arrasador fazendo incríveis 12 a 02 para o desespero ou alegria daqueles que curtem uma corneta.

O técnico Gustavo de Conti pediu tempo e daí vocês podem imaginar a bronca para todos os lados que saiu deste tempo, principalmente para defesa que estava desajustada consequentemente a facilidade que jogadores do Minas pontuavam e recuperavam os rebotes.

Tempo pedido na hora certa, equipe de volta a quadra muito mais ligada. O Mais querido voltou para uma corrida de 13 pontos fazendo assim o técnico Leonardo Costa parar o jogo.

FlaBasquete e Minas Storm nos proporcionou algo fantástico, a volta do argentino Franco Balbi.

Faltando 3 minutos e 15 segundos para o término do primeiro período, um momento fantástico para todos que amamos basquete, e principalmente nós torcedores do Flamengo. A volta do nosso mago Franco Balbi.

A volta acabou sendo algo até simbólico, pois a contusão do alienígena foi justamente em uma partida contra o Minas Tênis Clube, pela Champions League da temporada passada.

Após o tempo pedido por Gustavinho e algumas peças mudadas, o Mengão terminou a frente no placar fazendo 23 a 14.

Só para não deixar passar batido a partida estava 02 a 12 quando Gustavinho pediu tempo e terminou em 23 a 14, uma corrida de 21 a 02 para o Flamengo.

Segundo Período. FlaBasquete x Minas Storm. Franco Balbi voltava para começar o período.

O Flamengo voltou para este quarto com Yago e Balbi dividindo a armação, Dar Tucker, Túlio Da Silva e Vitor Faverani.

No primeiro período houve um equilíbrio entre os pontuadores com Rafael Mineiro sendo o que mais pontuou com 5 pontos em 5 tentados. Já no segundo Robinson começava a mostrar todo ser arsenal.

O momento mais importante foi aos 03:34 quando Franco Balbi marcou seus primeiros pontos pós contusão.

O Minas até tentou equilibrar mas deu Flamengo por 22 x 16 no período com Brandon Robinson fazendo 08 pontos.

Terceiro período e um massacre Rubro-Negro. FlaBasquete 31 x 16 Minas Storm

O segundo tempo começou logo com uma bola de 03 de Túlio da Silva. O Minas bem que tentava sair da arapuca mas o Flamengo jogava de forma irresistível.

A defesa pressionava de forma alta, Da Silva abusado no melhor sentido da palavra, indo para cima. Dar Tucker mostrando toda sua força e habilidade e Rafael Mineiro fazendo defensivamente e de forma ofensiva uma partida de almanaque.

Mesmo com 30 pontos de frente o Orgulho da Nação lutava por cada bola, se jogava no chão, não aceitava de forma alguma perder uma disputa e a torcida correspondia na arquibancada.

Túlio Da Silva foi o maior pontuador do Mengão no período com 06 pontos em 06 tentados ao lado de Dar Tucker também com 06 pontos.

Último Período e o Golpe de misericórdia.

O Minas até voltou tentando diminuir o placar e fazendo 09 x 02 no começo do quarto, mas Rafael Mineiro continuava monstruoso na partida, com aquelas jogadas que não aparecem muito mas são fundamentais para o andamento da equipe, e outras jogadas que apareciam demais até mesmo para os mais leigos em relação a basquete.

Primeiro um toco espetacular em cima da jovem promessa Gui Santos, logo na jogada seguinte um drible desconcertante para cima do próprio Gui resultando em mais 02 pontos. E na sequência rebote ofensivo, ponto e uma vibração contagiante.

Faltando pouco mais de 02 minutos para o fim da partida Matheus Leoni não só entrou em quadra como em bela jogada marcou seus primeiros pontos na partida. Rafael Rachel e Fábian Sahdi também entraram em quadra para ajudarem a sacramentar um 32 a 17 no período. 99 a 63 no placar final.

Franco Balbi concede entrevista para a TV Cultura no final da partida.

No final da partida perguntado como o argentino se sentia ao poder enfim colocar os pés dentro de quadra, o Mago respondeu o quanto se sentia feliz com a oportunidade. Agradeceu a familiares e a namorada pela paciência. A toda estrutura que o Flamengo disponibilizou para volta dele, assim como o cuidado e carinho de todos inclusive do instituto CUIDAR.

Balbi agradeceu também a Rodrigo Leonardo que não esta mais no clube, mas o quanto ele foi importante dando oportunidade ao mago treinar com os garotos das categorias de base (os Crias da Gávea), e ao Fred Santos pelo cuidado quando o jogador voltou a treinar com bola.

A vitória em si já foi gigantesca, com a volta de Franco Balbi ainda mais gigante.

O cestinha da partida foi Johnson JR no Minas com 24 pontos, porém só ele ultrapassou o digito duplo na equipe Mineira, já no Flamengo 06 jogadores terminaram com 10 pontos ou mais.

Brandon Robinson com 19 pontos e ainda 08 rebotes terminando a partida com 25 em eficiência.

Dar Tucker com 18 pontos; Túlio Da Silva com 13 pontos e 06 rebotes; Rafael Mineiro com 12 pontos; Olivinha com 11 pontos e Yago Mateus com 10 pontos.

O Flamengo só volta a jogar no dia 02 de Dezembro mais uma vez no Maracanãzinho contra o Rio Claro as 20:00.

O NBB dará uma pausa para data FIBA, pois campeonato decente que zela pelo espetáculo faz isso quando a seleção do seu país joga.

Sobre a partida, o FlaBasquete jogou de forma muito agressiva tanto atacando, quanto defendendo.

O técnico Gustavo de Conti, mostrou que aos poucos vai conhecendo as características de cada jogador e em qual momento e onde cada um renderá melhor.

O time ainda está em começo de temporada então as oscilações são normais e assim que tem que ser, pois uma equipe que alcança o auge antes da hora, tende a cair de ritmo também no tempo não desejado.

Alguns jogadores ainda estão a baixo do que podem jogar, e isso é natural. Temos uma comissão técnica competente que saberá dosar o tempo para que cada um chegue em seu melhor na hora certa.

E destacando a festa da torcida que já apareceu em maior número mas com potencial de colocar ainda mais gente no ginásio. Mas hoje já foi bonito de se acompanhar.

Redação Rubro-Negra, o projeto feito de torcedores, para torcedores.

VEJA TAMBÉM

As 2 equipes ainda disputaram duas finais de copa super 8 entre elas, com cada uma levando um título. Agora no NBB 14 os dois clubes se fazem protagonistas e farão neste sábado um duelo que promete ser espetacular. A equipe do SESI Franca vem passando por cima dos adversários e confirmando o grande favoritismo de uma equipe repleta de estrelas formada pra ser campeã. Já o Flamengo depois de perder grandes nomes desde a última conquista, montou um elenco de respeito buscando não só banhar Novo Basquete Brasil mas também o mundo.

Tá de boa, Canarinho Belga

Flamengo para em erro individual e já é 2022 na Gávea É… Deu ruim. Não que eu esteja em condições etílicas adequadas pra escrever isso

FlaBasquete NBB Rio Claro

Liberta, DJ

Flamengo e Palmeiras se enfrentam em busca da Glória Eterna 🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶🎵🎶 Aeeeeeeee… Chegou o Grande Dia. E o BoTTeco está de portas com o Prezão

Bem Vindo ao Redação Rubro Negra